Domingo, 23 de Janeiro de 2022 08:39
Geral Protesto

Profissionais da educação municipal fazem manifestação em frente à Câmara

Grupo se reuniu para acompanhar fala de professora que criticou prefeito no plenário da Câmara de Vereadores

07/12/2021 22h53
70
Por: Redação
Manifestação foi realizada após declarações de prefeito (Foto: Redes sociais)
Manifestação foi realizada após declarações de prefeito (Foto: Redes sociais)

Cerca de 150 profissionais de educação fizeram uma manifestação em frente à Câmara Municipal nesta segunda-feira (29) em repúdio às declarações do prefeito Christian Gonçalves (DEM) sobre o direito aos recebimentos dos recursos do Fundeb e horas extras.

Vestidos de preto, segurando um cartaz com os dizeres “Sou professor, não estou feliz. Não peço demissão, peço respeito” e falando palavras de ordem como “Senhor prefeito, paga para nós o que é nosso de direito”, os manifestantes acompanharam a fala de uma professora na tribuna no plenário do Legislativo.

Os manifestantes fizeram um ofício solicitando o direito a fala na tribuna da Casa, e a professora Patrícia Carla de Souza representou os profissionais. Durante sua fala, na sessão ordinária de segunda (29), ela salientou as dificuldades enfrentadas pelos professores na pandemia, que, muitas vezes, usavam equipamentos próprios, como celulares, computadores, internet e EPIs para trabalharem.

“Sofremos pressão e julgamentos de vários setores da prefeitura e da população, a pressão da sociedade era grande, porém os preparativos para o retorno presencial seguro, não aconteciam  e mesmo sem termos participado desta decisão fomos obrigados mediante o decreto 8.425, de 2021, a voltar presencialmente. Quando nos manifestamos de forma coerente e sensata, fomos criticados pelo ex-secretário de educação aqui mesmo nesta casa, dirigiu palavras grosseiras. Não fomos ouvidos nem vistos, mas fomos julgados”, disse. 

Patrícia falou ainda sobre a falta de condições de trabalho. “O mesmo decreto que estipulou a volta presencial nos obrigou a utilizar equipamentos próprios. Fomos obrigados a gerir os meios técnicos para a execução do nosso trabalho. Vale lembrar que as escolas não tinham material para usar no mesmo turno. Ficou evidente a falta de organização e equipamentos para a nossa volta", afirmou.

Ela disse ainda que a categoria tentou o diálogo com o Executivo, sem sucesso. “A valorização financeira que requeremos é uma devolução justa diante dos nossos gastos aqui discorridos o estorno desta transferência da responsabilidade", contou.

Ela afirmou ainda que o pagamento dos profissionais da educação a partir da possível sobre de verbas é totalmente legal. "A Lei Complementar 173, que o referido prefeito citou em uma rádio local como empecilho legal, não o é. A Lei Federal do Fundeb é hierarquicamente superior e essa Lei Complementar não é afetada por ela”, explicou.

A professora ainda falou sobre o pagamento de horas extras. "Outro ponto importante é a respeito da hora extra, que nada mais é do que uma necessidade da prefeitura de pagar ao professor por pagar além da sua carga horária. Hora extra devida, deve ser paga. Não abrimos mão do que nos é legalmente devido”, avaliou. 

Para finalizar, fez um apelo para a categoria. “Não há nada mais lúcido e inteligente do que reconhecer o valor do professor. Quanto a pedirmos conta, ficamos estarrecidos, que o servidor público mais bem pago do município e jovem tenha um discurso tão patronal e autoritário. Como educadores que somos não aceitamos esse tipo de discurso e dizemos em alto e bom som: sou professor com muito orgulho”, disse. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Itajubá - MG
Atualizado às 08h36 - Fonte: Climatempo
19°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 32°

19° Sensação
14.8 km/h Vento
77% Umidade do ar
80% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (24/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (25/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias