Sábado, 06 de Março de 2021 05:08
Política Itajubá

Oposição se articula para colocar Silvio Vieira na presidência da Câmara

Movimento entre vereadores eleitos tenta desbancar nome de Robson Vaz (PSDB), apoiado pela prefeitura

01/01/2021 04h03 Atualizada há 2 meses
1.216
Por: Redação
Silvio Vieira e Robson Vaz polarizam disputa na Câmara Municipal de Itajubá (Foto: Redes sociais)
Silvio Vieira e Robson Vaz polarizam disputa na Câmara Municipal de Itajubá (Foto: Redes sociais)

A Câmara Municipal de Itajubá empossa nesta quinta-feira (1º) os 11 novos vereadores que assumem, pelos próximos quatro anos, as suas cadeiras no Legislativo Municipal. Após a cerimônia de posse, os parlamentares irão escolher os membros da nova Mesa Diretora, que deverá ser composta por três membros. Os nomes mais cotados para liderar a mesa são Robson Vaz (PSDB) e Silvio Vieira (PV).

Robson Vaz se torna vereador pela segunda vez com a missão de levar à frente do Legislativo os interesses da prefeitura. Principal aliado do ex-prefeito Rodrigo Riera (MDB) e do novo prefeito de Itajubá, Christian Gonçalves (DEM), o vereador vê seu currículo permeado pela polêmica em torno do projeto que aumentou o número de vagas na Câmara Municipal. Na época, Vaz foi duramente criticado por ser autor do texto responsável por inflacionar o número de cadeiras no Legislativo. 

Já Silvio Viera é o nome cotado pela oposição, que vê no novato vereador a chance de colocar, na chefia da Mesa Diretora, um nome que seja independente diante dos interesses do Executivo Municipal. Entretanto, o voto de minerva que poderá colocar o candidato do PV na presidência caberá ao vereador eleito Chiquinho do Euzébio (PTB). 

Chiquinho foi eleito pela coligação do então candidato a prefeito Ricardo Mello (PP) e, por consequência, é considerado parte da oposição. Entretanto, o parlamentar eleito pelo bairro do Rebourgeon já sinalizou ser amistoso às deliberações do Executivo Municipal, e pode se tornar o voto necessário para a eleição de Robson Vaz, que traria vitória para os interesses da prefeitura.

A oposição já conseguiu articular votos para seu candidato, mas depende do vereador do PTB para eleger Silvio. Sem o voto de Chiquinho, a prefeitura conseguirá manter a presidência da Câmara Municipal nas suas mãos. Nas redes sociais, vereadores de oposição já sinalizaram apoio a Silvio. 

O candidato Markinhu Meirelles (PSD), que apoiou Dr. Roberto Bob (PSD) à prefeitura nas Eleições Municipais, já manifestou apoio à Silvio. "Minha decisão foi tomada após ouvir a população pedindo a renovação na política, e por isso entendo que o Silvio é a pessoa mais indicada para presidir a Câmara nestes dois primeiros anos", afirmou.

Já o colega de partido de Silvio, Pedro Gama (PV), também manifestou seu voto. "Silvio Vieira propõe uma Câmara Municipal independente, que não seja subordinada ao Poder Executivo, mas que mantenha uma boa relação com a Prefeitura", disse.

Além dos dois vereadores eleitos, Marcelo Krauss (PP), que chegou a ser cotado à presidência, também informou que votará no candidato do PV. A vereadora eleita pelo mandato coletivo, Andressa Daiany (PT), também manifestou apoio à Silvio. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias