Sexta, 26 de Fevereiro de 2021 06:27
Geral Alerta

Ocupação de leitos de UTI volta a subir e chega a 68% em Itajubá, diz SES-MG

Cidade voltou a ter alta no número de leitos de terapia intensiva ocupados após registrar queda

20/01/2021 22h01
699
Por: Redação
Hospitais de Itajubá tem 68% dos leitos de UTI ocupados, aponta Secretaria de Estado de Saúde (Foto: Agência Brasil)
Hospitais de Itajubá tem 68% dos leitos de UTI ocupados, aponta Secretaria de Estado de Saúde (Foto: Agência Brasil)

Dados da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgados nesta quarta-feira (20) mostram que a taxa de ocupação em leitos de UTI em Itajubá voltou a subir após cair nesta terça-feira (19). O índice saltou, em um dia, de 61% para 68%.  

No início da semana, o índice chegou a atingir a marca de 72%, mas vinha apresentando queda, quando voltou a subir nos dois hospitais da cidade. A proporção desses leitos ocupados para a covid-19 também subiu de 27% para 29%. 

A última vez que a cidade registrou taxas tão altas foi em julho do ano passado. Em 23 de julho, Itajubá atingiu a marca de 69% de ocupação nos leitos de terapia intensiva. Dias antes, em 20 de julho, esse índice chegou a 79% durante a primeira onda de contaminações.

Já a taxa de ocupação de leitos clínicos em Itajubá também teve alta. Subindo dos 68% registrados ontem (19) para 70% registrados hoje (20). Desse total, a porcentagem para pacientes com o novo coronavírus se manteve em 15,86%. 

O Sul de Minas voltou a entrar em alerta por conta da alta na ocupação nos leitos de terapia intensiva. O índice voltou a atingir um patamar acima dos 70%, com 72% das vagas preenchidas, contra 69% registrados nesta terça (19). A proporção para leitos de covid-19 é de 36%.

Na região, a taxa de leitos clínicos ocupados subiu 48% para 51%, sendo que a proporção para pacientes em tratamento contra a covid-19 saltou de 9% para 10%. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias