Sábado, 06 de Março de 2021 05:45
Polícia Denúncia

Instrutor de autoescola é preso suspeito de vender carteira de motorista em Itajubá

Segundo a Polícia Civil, o suspeito garantia a aprovação do candidato que pagasse até R$ 7 mil

16/02/2021 22h33
1.200
Por: Redação
Professor de autoescola é preso em Itajubá por vender CNH para alunos (Foto: Agência Brasil)
Professor de autoescola é preso em Itajubá por vender CNH para alunos (Foto: Agência Brasil)

Um instrutor de autoescola foi preso na última quarta-feira (10) por venda de habilitação em Itajubá. Segundo a Polícia Civil, o suspeito aliciava candidatos que pretendiam tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com a promessa de que a aprovação seria facilitada. O caso foi divulgado apenas nesta segunda-feira (15).

De acordo com os policiais, o suspeito encaminhava o candidato para fazer a prova em Belo Horizonte (MG) e vendia o documento por até R$ 7 mil. Além da venda realizada na capital mineira, o instrutor prometia facilitar a aprovação do exame em Itajubá. Nessa outra modalidade de crime, estelionato, ele realizava uma ação conhecida como “trucada”, uma espécie de blefe, em que cobrava cerca de R$ 2 mil reais do aluno.

Segundo o delegado Alexandre Valentim, coordenador da banca examinadora de Itajubá, ele acabava agindo de má fé com os alunos. “Ele cobrava dois mil reais. Caso o candidato fosse aprovado, ele ficava com o dinheiro, se fosse reprovado ele devolvia o valor. Porém, o instrutor não tinha nenhum contato com a banca examinadora, além de ser instrutor de legislação e não veicular nas ruas”, disse.

O delegado esclareceu que o suspeito escolhia os candidatos que tinham mais probabilidade de aprovação e a pessoa, ingenuamente, achando que o instrutor tinha essa intervenção, acabava pagando. O nome do instrutor e da autoescola em que ele atua não foram divulgados pelo delegado.

A Polícia Civil começou a investigação há cinco meses após um candidato, que havia sido reprovado quatro vezes no exame de rua, fazer a denúncia para os investigadores, depois de receber a proposta de venda de habilitação pelo instrutor.

A polícia ainda investiga quem são os responsáveis pelo esquema em Belo Horizonte (MG) que forneciam a CNH.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias