Sexta, 14 de Maio de 2021 23:30
Política Fura-fila

Câmara Municipal vota projeto que multa em R$ 8,1 mil quem furar fila de vacinação

Valor da multa pode chegar a R$ 16,2 mil se a pessoa que furou fila for funcionário ou agente público

12/04/2021 10h57
354
Por: Redação
Texto foi apresentado no início de fevereiro e precisa ser aprovado pela maioria para ser sancionado (Foto: Divulgação)
Texto foi apresentado no início de fevereiro e precisa ser aprovado pela maioria para ser sancionado (Foto: Divulgação)

Vereadores da Câmara Municipal de Itajubá votam nesta segunda-feira (12) o projeto de lei que prevê multa para quem furar fila de vacinação contra a covid-19 e outras doenças na cidade. A multa pode chegar a R$ 8,1 mil para qualquer pessoa que se beneficie e a R$ 16,2 mil se a pessoa que furou fila for funcionário ou agente público.

O texto, de autoria do vereador Markinhu Meireles (PSD), foi apresentado no início de fevereiro e precisa ser aprovado pela maioria para ser sancionado pelo prefeito Christian Gonçalves (DEM).  

Segundo o parlamentar, o projeto de lei tem como objetivo inibir possíveis fraudes no sistema de imunização em Itajubá. Meireles disse ainda que há indícios de que várias pessoas furaram fila de vacinação na cidade.

"É de conhecimento de todos, que há indícios que estão ocorrendo favorecimentos para alguns munícipes quanto a prioridade da vacinação, burlando as regras pré-estabelecidas pelos órgãos competentes como o Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais", afirmou. 

De acordo com o parlamentar, o dinheiro da multa arrecadada terá destino definido. "É importante destacar que os recursos arrecadados em decorrência da infração serão destinados ao Fundo Municipal de Saúde e aplicados preferencialmente em campanhas de vacinação e conscientização da população", disse. 

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias