Sexta, 25 de Junho de 2021 04:48
Política Polêmica

Após condenação no Tribunal de Contas, secretário de Obras é exonerado em Itajubá

Ex-secretário enfrentou desgaste por condenação no TCE-MG

24/05/2021 22h48 Atualizada há 4 semanas
1.841
Por: Redação
Secretário de Obras da prefeitura de Itajubá é exonerado do cargo (Foto: Diário de Itajubá)
Secretário de Obras da prefeitura de Itajubá é exonerado do cargo (Foto: Diário de Itajubá)

O prefeito de Itajubá, Christian Gonçalves (DEM), exonerou Carlos Antônio Ribeiro do cargo de secretário de Obras nesta segunda-feira (24). A decisão foi tomada após polêmica em torno da condenação dele no Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG).

Em 2011, ele foi condenado pelo TCE-MG a pagar multa por ausência de prestação de contas no período em que foi prefeito de Delfim Moreira (MG). Com a condenação, Carlos Antônio foi considerado inelegível. Por conta da situação, grupos políticos pressionavam pela sua demissão da prefeitura de Itajubá.

O ex-secretário também viu seu nome enfrentar desgaste diante da polêmica em torno do contrato com a empresa Corpus Prime, firma terceirizada contratada pela prefeitura para fornecimento de mão-de-obra para as obras de asfaltamento na cidade. 

A empresa é acusada de não pagar os salários dos funcionários, e alega falta de repasses da secretaria. Por sua vez, a prefeitura afirma estar negando o pagamento de verbas por descumprimento de contrato.

No lugar de Carlos Antônio, foi nomeada Lucimara Aparecida da Silva Borges, que irá ocupar o cargo de forma interina, segundo decreto do prefeito de Itajubá. 

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias