Sexta, 25 de Junho de 2021 03:59
Geral Emprego

Itajubá perdeu sete vagas de emprego no mês de abril, aponta Caged

Números levam em consideração Onda Roxa do Minas Consciente

29/05/2021 19h24
86
Por: Redação
Em abril, Itajubá teve saldo negativo de sete vagas de emprego, segundo Caged (Foto: Agência Brasil)
Em abril, Itajubá teve saldo negativo de sete vagas de emprego, segundo Caged (Foto: Agência Brasil)

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira (26) pela Secretaria do Trabalho, órgão vinculado ao Ministério da Economia, apontam que Itajubá perdeu um total de sete postos de trabalho apenas no mês de abril. 

Os números mostram os efeitos após a alta de casos de covid-19 na cidade, que obrigou empresários de vários setores a paralisarem suas atividades por conta da Onda Roxa do programa Minas Consciente. Ao todo, foram gerados 493 postos de trabalho, enquanto que 500 pessoas foram demitidas. 

Em comparação com abril de 2020, o desempenho é bastante superior. Na época, Itajubá teve saldo negativo de 404 postos de trabalho no mês, com apenas 230 empregos gerados e 634 pessoas demitidas. A variação foi negativa em 1,94%. 

Dessa vez, o saldo foi negativo em apenas 0,03% no quarto mês do ano. Em março, a cidade havia gerado 193 postos de trabalho, enquanto que em fevereiro, o saldo havia sido positivo em 360 oportunidades de trabalho. Em janeiro, o saldo foi de 212 oportunidades a menos.

No acumulado de 2021, Itajubá conseguiu gerar 758 vagas de emprego. Foram contratadas 2.904 pessoas, enquanto que 2.146 foram demitidas. 

Com relação ao acumulado dos últimos 12 meses, Itajubá também apresenta saldo positivo. Entre abril de 2020 e março deste ano, foram geradas 842 vagas de trabalho, com 6.625 contratações e 5.783 demissões. 

Dentre as seis maiores cidades do Sul de Minas, Itajubá teve o quarto melhor desempenho, acima de Varginha, que perdeu 14 vagas em abril, e Poços de Caldas, que perdeu 60 vagas de trabalho no mês.

A cidade só ficou abaixo de Pouso Alegre, que gerou 143 vagas em abril; Passos, que teve saldo positivo de 133 oportunidades e Lavras, que gerou 101 vagas em abril.  

O município de Extrema, que figura entre as grandes potências econômicas do Sul de Minas, gerou apenas 35 oportunidades, afetado pela pandemia.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias