Sexta, 25 de Junho de 2021 02:59
Política Justiça

Prefeito de Itajubá é condenado pela Justiça por difamar família de ex-vereador

Christian Gonçalves deverá pagar R$ 5 mil de indenização

02/06/2021 11h12 Atualizada há 3 semanas
1.277
Por: Redação
Prefeito de Itajubá é condenado a pagar indenização à família de Cleber David (Foto: Reprodução/Internet)
Prefeito de Itajubá é condenado a pagar indenização à família de Cleber David (Foto: Reprodução/Internet)

O prefeito de Itajubá, Christian Gonçalves (DEM), foi condenado a pagar R$ 5 mil por danos morais à família do ex-vereador Cleber David, que faleceu vítima de covid-19 em março. Junto do ex-prefeito Rodrigo Riera (MDB) e do atual vice-prefeito e secretário de Saúde, Nilo Baracho (Republicanos), ele é acusado de injúria contra a família do ex-parlamentar.

O processo, movido pelo próprio ex-vereador quando ainda era vivo e membro da Câmara Municipal de Itajubá, pedia pagamento de indenização por injúria contra ele e seu filho, João Pedro Cilli David. 

A sentença foi definida em primeira instância pela juíza Letícia Drumond, da 2ª Vara Cível da Comarca de Itajubá. O processo cabe recurso.  

Em março do ano passado, durante um programa de rádio que contava com a participação dos três políticos, o atual prefeito de Itajubá acusou João Pedro sem provas de circular contaminado pelo coronavírus pelas ruas de Itajubá, desrespeitando as normas de segurança. Na ocasião, Christian também havia disparado ofensas contra Cleber.

"O filho do vereador foi para a Itália e não está cumprindo a quarentena. É o vereador hipócrita, porque fica pagando de bonitão, fingindo que está cumprindo as medidas", disse Christian à época. 

Durante a fala, Christian foi interrompido pelo ex-prefeito de Itajubá, Rodrigo Riera (MDB), que pediu para que ele informasse o nome do vereador. Na época, Cleber David alegou ter sido vítima de uma mentira e que seu filho sequer tinha viajado para a Itália, um dos epicentros da pandemia de covid-19 no ano passado. 

Além de Christian, tanto o ex-prefeito Rodrigo Riera (MDB), como o atual vice-prefeito e secretário de Saúde, Nilo Baracho (Republicanos), e a emissora onde aconteceu a entrevista, a Rádio Futura, deverão pagar, cada um, R$ 5 mil de indenização. Ao todo, o valor definido foi de R$ 20 mil para a família do ex-vereador.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias